Blog

Sodexo é eleita uma das empresas mais sustentáveis do mundo, segundo o anuário da RobecoSam

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A empresa foi reconhecida por seus esforços e ações globais relacionados à sustentabilidade

A Sodexo, líder mundial em Serviços de Qualidade de Vida, reforça seu posicionamento como uma das empresas mais sustentáveis do mundo ao ser reconhecida no “Anuário de Sustentabilidade 2017” da RobecoSAM com a premiação “Gold Class”. Este reconhecimento reflete a missão e a responsabilidade corporativa da organização em contribuir para o desenvolvimento econômico, social e ambiental das comunidades e regiões dos 80 países onde está presente, e o excelente desempenho das ações sustentáveis garantiu, pelo décimo ano consecutivo, a pontuação máxima no setor de atuação.

As ações de sustentabilidade da companhia são promovidas por meio do programa global “The Better Tomorrow Plan” (O Plano por um Amanhã Melhor), que determinou 4 prioridades e 18 compromissos para proteger o meio ambiente, desenvolver comunidades locais e promover ações de qualidade de vida até 2020.

 

A multinacional também estimula a empregabilidade e o desenvolvimento econômico por meio do fortalecimento das relações com os funcionários, clientes, fornecedores e parceiros, além de integrar pequenas e médias empresas (PMEs) aos seus processos. Ao longo de 2017, o Grupo planeja comprar mais de US$ 1 bilhão em produtos e serviços vindos de PMEs de todo o mundo, com o objetivo de beneficiar cerca de cinco mil pequenas empresas em 40 países, sendo que 1.500 devem ser lideradas ou gerenciadas por mulheres.

A Sodexo também atua lado a lado com as autoridades locais, ONGs e associações para contribuir com o desenvolvimento de diversas comunidades. Por meio do Instituto STOP Hunger, uma organização internacional sem fins lucrativos criada em 1996 por funcionários da empresa, a Sodexo promove ações que combatem a fome e a má nutrição em todo o mundo por meio de programas para redução do desperdício, campanhas para arrecadação de alimento, e a criação de espaços comunitários para cultivo e consumo de alimentos saudáveis.