O SETOR EM NOTÍCIAS - Notícias HOME 

06.08.2013
 

Clínica de Medicina da Família ganha destaque em Porto Alegre


A capital gaúcha está resgatando um conceito de medicina que nos remonta ao passado ou a pequenas cidades do interior onde todos se conhecem e cultivam o costume de ter um “médico da família” que atende a todas as gerações. Este conceito vem revestido de uma roupagem contemporânea, a exemplo do que acontece em diversos países do mundo.

Nesse contexto, o médico não se preocupa apenas com o problema de saúde agudo que leva uma pessoa a procurá-lo, embora o objetivo neste momento é atende-lo no mesmo dia em que busca uma consulta. O profissional busca informações sobre seu dia a dia, sua relação com a família, com o trabalho. A ideia é cuidar da saúde da pessoa a longo prazo, independente do problema. E não só da sua saúde, mas de toda a sua família.

Este é o conceito de Clínica de Medicina da Família aberta este ano, no Mãe de Deus Center em Porto Alegre, a 1a do gênero em hospital privado no Brasil. Os médicos do local atendem pessoas independentemente da idade, sexo ou problema.

“O médico da família pode ser visto como um coordenador de cuidados à saúde. As pessoas buscam diferentes especialidades médicas para tratar de problemas diversos. Em geral, as pessoas apresentam sintomas que, num primeiro momento, parecem não ter relação. A questão é que, como normalmente, os médicos estão focados em sua área de especialização, não atuam de forma sistêmica. A proposta do médico da família é fazer o gerenciamento das questões da saúde da pessoa e cruzar todas as informações para chegar a um cuidado efetivo. Este gerenciamento inclui orientação na busca de especialistas quando necessário", afirma Dr. José Mauro Ceratti Lopes, médico especialista em Medicina de Família e coordenador da Clínica do Mãe de Deus Center.

O médico da família atende a uma série de problemas, como gripe, pneumonia, diarreias, hipertensão. Também trata os denominados problemas medicamente inexplicáveis, ligados a questões emocionais ou somáticas, que muitas vezes não se encaixam num diagnóstico. “Podem ser doenças importantes que assim se manifestam, gerando grande sofrimento”, diz.

Trata-se de uma revolução na prestação de cuidado com a saúde. A medicina da família é bastante usada em países desenvolvidos. Na Inglaterra, por exemplo, 85% a 92% dos problemas de saúde das pessoas que buscam a especialidade são resolvidos, informa Lopes. A Medicina da Família é reconhecida no Brasil desde 1981 e muito utilizada no Sistema Único de Saúde (SUS).

A Clínica da Medicina da Família do Mãe de Deus Center oferece consultas para problemas gerais de saúde e funciona como uma boa alternativa para emergências dos hospitais, que ultimamente sofrem com problemas de superlotação. “As pessoas que necessitarem de atendimento podem ligar para a clínica e marcar consulta para o mesmo dia em um horário determinado, evitando espera nas emergências e garantindo maior conforto”, afirma Lopes.

A emergência do Mãe de Deus Center, serviço oferecido até o final do ano passado e atualmente encerrado, atendia a cerca de cinco mil pessoas por mês. Destas, 85% necessitavam de uma consulta de preferência para o mesmo dia. A clínica de Medicina de Família atende convênios e consultas particulares e à domicílio.

envie este texto
para um amigo
versão para impressão