O SETOR EM NOTÍCIAS - Notícias HOME 
Arquivo

03.01.2011
 
Hospital da Criança do DF terá segundo bloco

Um dos mais modernos centros hospitalares do país a oferecer especialidades de média e alta complexidades para o tratamento de crianças e adolescentes, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar será ampliado. O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e a presidente da Organização Mundial da Família (WFO), Deise Kusztra, assinaram termo de compromisso para a construção de um segundo bloco para a unidade médica, onde vão ser instalados Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e centro de internação permanente.

A reunião também foi acompanhada por representantes da Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace), atual administradora do Hospital da Criança. Ficou acertado que o GDF entrará com 80% dos investimentos para a construção do segundo bloco, enquanto a WFO vai ficar responsável por 20%. A expectativa é de que as novas instalações estejam funcionando em, no máximo, dois anos.

A presidente da WFO solicitou o agendamento de uma primeira reunião com os técnicos, em janeiro, "para falar sobre a metodologia e para saber como vocês querem e do que precisam para iniciar o projeto do segundo bloco para o Hospital da Criança", disse Kusztra.

A reunião contou ainda com a participação da primeira dama, Ilza Queiroz; com o secretário de Saúde do DF, Rafael Barbosa; com o diretor executivo do Hospital da Criança, Renilson Rehem; e com a presidente e o vice-presidente da Abrace, Ilda Peliz e Newton Alarcão, respectivamente.

Capacidade – O Hospital da Criança foi inaugurado no Dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-juvenil, 23 de novembro. A unidade tem capacidade para atender a 27 mil pacientes por mês. É referência em patologias de média e alta complexidades infanto-juvenis, como problemas cardíacos e câncer. De acordo com a diretora da Abrace, Ilda Peliz, são oferecidas consultas, diagnóstico básico, cirurgias, quimioterapia e diálise. "O mais importante é que esse local foi feito para garantir um tratamento de qualidade, com equipamentos modernos e profissionais qualificados", destacou Ilda Peliz.
envie este texto
para um amigo
versão para impressão