O SETOR EM NOTÍCIAS - Notícias HOME 
Arquivo

04.09.07

Exame determina sexo do bebê
com dois meses de gestação

 
As unidades Delboni Auriemo e Lavoisier, do grupo Diagnósticos da América (DASA) estão disponibilizando novo teste para determinação do sexo fetal com apenas dois meses de gestação. Também conhecida como sexagem fetal, a nova técnica é realizada a partir de uma amostra de sangue da mãe, que baseada na quantidade do cromossomo “Y” (que indica o sexo masculino) das células fetais na circulação materna pode indicar se o futuro bebê será menino ou menina.

Segundo o obstetra e especialista em medicina fetal do Delboni Auriemo, o médico Jurandir Piassi Passos, qualquer mulher grávida pode realizar esse exame, mas os índices de acerto são maiores a partir da oitava semana. Mas atenção, esse teste não detecta a gravidez. “O sexo feminino é determinado por um par de cromossomos “X” (XX), enquanto o masculino é identificado pelo par “XY”. Por conta disso, quando uma mulher que não está grávida realiza o exame o resultado é menina, pois em sua circulação sanguínea só constará seus próprios cromossomos “X” e a ausência de “Y””, afirma Dr. Passos.

O resultado do exame, que é liberado à paciente em apenas cinco dias úteis, não é influenciado por gestações anteriores da mãe. O DNA do feto é eliminado rapidamente da circulação sanguínea materna após o parto.

“Para gravidez de gêmeos, o teste também é válido. Quando a gestação for univitelina, os chamados gêmeos idênticos, o resultado do exame vale para todos os bebês. Para a gravidez com duas, ou mais, placentas, denominados gêmeos fraternos, o encontro do cromossomo masculino (Y) indica que pelo menos um dos bebês é menino e se no resultado for encontrado apenas cromossomo (X) é porque todos os fetos são meninas”, conclui Dr. Passos.

 
envie este texto
para um amigo
versão para impressão